Investimento de longo prazo

Investimento de longo prazo

Caros leitores, Vamos falar sobre Investimentos de longo prazo. Você sabia que 99% dos brasileiros não conseguem manter a mesma qualidade de vida após terem se aposentado?

Vou tratar com vocês sobre investimentos para sua aposentadoria, mas antes gostaria de trazer alguns dados.

Infelizmente fazer planejamento para a aposentadoria ainda não é um hábito do brasileiro. Somente 15% da população economicamente ativa do Brasil tem poupança a longo prazo, com foco na velhice. Só 1% dos brasileiros conseguem se financiar depois da aposentadoria, segundo dados do IBGE.

O que era uma realidade dura ficou ainda pior, pois atualmente a realidade é outra, o governo restringe cada vez mais a aposentadoria, os rendimentos do passado não existem mais, à exemplo da poupança que rende 70% da meta da Selic, que hoje está apenas 2,25% ao ano, o que representa 1,57% ao ano, se descontar a inflação IPCA de 1,72% a.a, a poupança fica negativa.

Se não quer depender do governo, filhos, amigos ou caridades, fica o meu conselho: O PRIMEIRO passo é guardar mais do que ganha, não importa a sua renda, por isso poupe. O SEGUNDO passo é buscar ganhar novas receitas seja celetista, autônomo ou empresário(a), mas busque uma receita adicional. Enquanto jovem, sua mente deve estar focada em gerar receita, por isso evite distrações como novelas, seriados, festas em excesso. Nessa etapa da vida, precisa estar focado a construir uma aposentadoria confortável, portanto sai agora da sua zona de conforto! Isso não significa que você não deve ter suas horas de lazer, estou falando que parte delas podem ser usadas para buscar conhecimentos que irão ajudá-lo na construção da sua liberdade financeira no futuro.

A renda fixa deixou de ser o porto seguro para suas rentabilidades e hoje é necessário arriscar mais. Por isso, a educação financeira e conquista de novas receitas são fundamentais para se aposentar com dignidade.

À medida que for poupando, você vai formar sua reserva de emergência. O TERCEIRO passo nesse meio tempo, busque aprender como investir com os melhores investidores do mundo. Conforme o seu nível de entendimento de investimento aumenta, mais fundamentos você tem para investir ativos mais atrativos, como a renda variável.

Qual a importância da renda variável? Vamos ilustrar com um exemplo de uma empresa listada na bolsa de valores e que muitos já devem ter comprado algum produto: as Lojas Renner. Se há 10 (dez) anos você tivesse investido R$ 10 mil nas ações da Renner hoje você teria um patrimônio de R$ 188.737,20, uma valorização de 28,34%% a.a.

Existem muitas vantagens em investir e se tornar sócio de empresas sólidas, que tenham uma boa governança, receitas, lucros, dividendos e que esteja em constante crescimento, pois se a longo prazo elas crescem, seu patrimônio também cresce. Mas é importante ressaltar que esse tipo de investimento gera mais riscos e cuidados dado a volatilidade do mercado. Logo, é muito importante construir e manter uma reserva de emergência.

Importante dizer também, que esta explicação não se trata de uma recomendação, mas sim, uma ilustração a título de exemplo.

Por Adriano Tizzo. 

Consultor de Investimentos pela CVM.

Deixe um comentário